quinta-feira, 30 de junho de 2011

A confusão televisiva confundida


A noite chega e nada dele levantar, o sono passa e nada de ninguém ver, todos estão assistindo a tevê, todos com uma mordaça, e com olhos tapados, o programa até que não é tão ruim, para quem gosta de cordas. E lá estava uma menina, quieta sentada na escada, observando tudo escorrer, esperando o dia chegar, a noite era bem fria, o casaco já não a aquecia, e todo mundo que a olhava dizia: Essa menina é meio diferente. Pensava ela: será que eu sou mesmo gente?Questionava-se o porquê da televisão ser tão interessante para os outros e nada para ela, ser tão boa para os outros, ser tão legal para os outros, e para ela ser tão diferente.

Esperava a pequena menina, um dia chegar, um dia poder, um dia acabar, querendo tudo mudar, cansada da monotonia e alienação, cansada do medo, e com medo da solidão, seria o fim trágico de uma pequena menina procurando respostas? Tranquila passava as tardes a esperar alguém que pudesse lhe avisar que as correntes haviam sido quebradas na madrugada, e que todos haviam ido embora, pensava ela: Será que se um dia as correntes forem quebradas os presos deixaram de ser presos? Ou a toxina já terá afetado todo o seu céu? Ela não esconde nada atrás de suas palavras, são suas palavras, ela sabe o que elas significam, é só você que não as intende, ela viu um filme, no qual dizia que todas as palavras têm múltiplo significado, e que o significado é você quem decide, não o que o autor das palavras decidiu.

A pequena menina passeava pelas ruas quando alguém lhe sussurrou: O que você acha que eles tanto vêm na televisão? Isso fez com que a menina pensasse sobre o mundo, o que será que eles querem que a menina seja, e o que a menina quer ser? Ela continuou andando, de repente sem nenhum motivo, um sorriso, inesperado. O doce menino a lhe oferecer uma flor, o doce cantar de seu avô, que não vinha a ser tão idoso assim, era bem parecido com um galã de novela, e estava longe de seu fim. Era bom ficar com alguém de quem ela gostasse, era bom ficar perto de alguém que as mesmas ideias compartilhasse. Minutos depois a depressão voltava, lhe perguntando: Quando irá jogar essa flor fora? Preste atenção a vida é terrível, por que você está sozinha sem ninguém do seu lado, ou alguém que possa pensar com você, ou pensar ao contrário de você, ou tanto faz, que possa pensar aí já está bom.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Esquina Estrangeira

http://www.valmirleal.com/wp-content/uploads/2010/11/IMG_72222.jpg

Pequeno menino correndo pelos campos, deitando no chão passando a mão no cabelo, sorriso no rosto, simples e comum menino do campo. Sem nenhum tipo de ganância, apenas vontade de brincar, vê, poder sorrir, e contemplar a beleza e a natureza, juntas em uma só mesa, tomando uma cerveja, na Esquina Estrangeira.

Um surto de dó, um surto de sorriso, um surto de felicidade, um surto de terror, necessitando de um amigo, um susto de arrepiar os cabelos, descem por aí, grandes camelos, procurando água e algo para comer, algo para mastigar, e algo para beber, não importa o quanto de ouro ele tenha, não importa a que horas ela venha, não importa o que aconteça, estão todos na Esquina Estrangeira, pergunte ao Sr. Mackloff, se ele a viu passar, ele irá te responder depois de você se afastar, não dê dinheiro para este pobre homem, ele sorrir, pois não precisa da comida que vocês comem.

E todos novamente dançam e alegram à tarde na vila, todos numa só batida, a rima rola solta por essa vida, mas todos moram na mesma esquina. Precisam todos de uma só razão, para que possam atravessar a rua sem temer a emoção, sem tirar o chapéu, sem dizer que hoje não tem céu, sem falar no papel, que deu abrigo ao pastel. Escreveram uma carta de amor, para uma menina, que tinha pai que era doutor, escreveram com tanto carinho, o papai não gostou do menino, a menina para a Itália o papai mandou, e o coração do menino se despedaçou.

E Já era meu amigo, não dá mais, deixa a bola pra lá, ela já caiu no terreno do vizinho e não adianta fazer biquinho, ele nunca devolve, o cachorro dele no mínimo engole, eu perguntei se seria diferente, se hoje o meu salgado estaria quente, outro dia tava mais frio que geladeira, ganhou um emprego e todo mundo caiu na bebedeira. Mas ninguém exagera, todo mundo sabe que cerveja é só de pouquinho, todo mundo já tem consciência com os pequeninos, então, vamos pra casa, amanhã tem mais trabalho rapaziada.

Todo mundo dormindo, a madrugada por aí rindo, ninguém tá acordado para contar a história da Penteadeira, mais uma moradora da Esquina Estrangeira. Amanhece, todo mundo cedinho na padaria, todo mundo olhando esperando o pão, e abrir confeitaria. Amanhã é aniversário do Seu Josivaldo, quem sabe a gente não faz um aniversário pra ele? Ele é uma pessoa tão boa.

Perguntaram-me outro dia, onde andava a sua tia, não sei nem da minha, quanto mais da sua, será que ela sumiu por que é uma bruxa? Já tá imaginando demais menino, o que posso fazer se vem de mim? Sou um garotinho? Aqui na esquina, todo mundo tem apelido, é Tia Deca, Tio Zico, Dona Délinha e Tio Chico, a gente é bem conhecido, a turminha do bairro, gente bacana, que gosta é de conversar, tem gente que gosta de namorar, mas todo mundo, no final do dia vai se juntar, por que aqui só tem gente festeira, que faz festa na Esquina Estrangeira.

______________________________________________

Isso ficou a cara de texto de livro de português, sabe? Aqueles de 4º série? Pois é... Mas eu ainda estou praticando isso..

terça-feira, 28 de junho de 2011

Admirável Mundo Falso


http://3.bp.blogspot.com/-K8tn_GFKWrg/TdlNeuI99vI/AAAAAAAAABQ/uGsSvVb_cpw/s1600/mentiras%255B1%255D.jpg

Fico estranho feito pássaro fora do ninho
No meio da multidão é onde me sinto sozinho
Ambição em cada olhar
Atitude suspeita e vulgar
As pessoas mudam como da água pro vinho
Preso numa câmara de gás
Julgado que nem Barrabás
Assino meu elo com a morte
Nem posso mas respirar
Que querem ver o meu azar
Só que cada vez aumenta minha sorte

By: Jo0nh Starck ( Mano Meu :D Rapper :D)


Lembrando que a "composição" ( improviso) não é minha, é do meu mano.

segunda-feira, 27 de junho de 2011



FOFO LINDO DO RENATO ZUZA ( "AMIGO") FEZ PRA MIM, EU TÔ CHORANDO ATÉ AGORA
SEU LIIINDOOOOO, TE AMO (L)

domingo, 26 de junho de 2011

A carta perdida do roqueiro

http://3.bp.blogspot.com/-rI7uGNvRAJA/TZB8mMWoS_I/AAAAAAAACwA/rgqOyO8fjrQ/s1600/pete%2Btownshend.JPG

Escrevo pra pensar em você, escuto pra tentar esquecer, olho para tentar observar, espero o dia em que você vai chegar.
Olho devagar para ver se você está, sorrio sem sentido e depois vem tudo em um comprimido, ouço vir, mas não vejo ninguém a sorrir, e ninguém vê ninguém também.
Eu olho o passarinho a voar, esperando que ele possa te trazer pra cá.
Eu escrevi um poema pra você, escolhi quatro versos pra te dar, eu esperei o momento certo para sorrir, eu esperei o momento certo para você estar, eu prestei atenção e as horas nada de passar, e eu aqui a esperar, música boa a tocar, e você nem nada de chegar, repito palavras, repito sentimentos, repito estranhamentos, e repito por você meu amor, mas nada, sou apenas uma pessoa comum com cabelos grandes escrevendo uma carta de amor.

I'm coming home, but I will not forget you


http://4.bp.blogspot.com/-QllWUKQC16Q/TZO1i1_o7eI/AAAAAAAAAK8/Lq9F6e91TPA/s1600/Punk+Rockers.jpg

Tenho meus amigos, tenho meus amores, tenho o meu eu, e tenho meus terrores. Tenho medo de você, que me manda ir na padaria, esperando que eu lhe traga pão, que me manda obedecer esperando que eu lhe pegue a bola, tenho medo daquele cara na tv mãe, daquele que diz que todo mundo tem que ter aquela calça. Mãe, segura a minha mão? eu sei que você me entende, e que está do meu lado, só que quer que eu seja mais comportado.
Mãe me perdoe se eu não sou o que você queria, desculpa, eu tenho defeitos eu sei, mas são diferentes dos defeitos das pessoas que você diz que não tem defeitos, ser bonzinho é bom, ser um roedor de osso não é bom, não para mim, eu tenho certeza de que se eu ser bonzinho para mim mesmo, eu estarei fazendo um bem enorme para a sociedade. Então mãe, me faça o favor de lembrar que eu sou seu filho, e que lhe amo, e é só isso, não interessa o meu jeito, não interessa minhas companhias... Eu te amo, e só faço o que você quer por isso, por que você é a única pessoa que restou em quem eu confio.
Você sabe por que faço isso, você sabe de tudo, você é meu abrigo, você é minha, e mesmo assim, eu preciso que você me deixe ir, por que eu sei seguir, você me ensinou tudo, acima de tudo, você sabe me controlar sem me prender, me deixando respirar minhas ideias, você é minha. Você me ensinou o que era certo, fazendo o que era errado para todos, e certo para si, e o que sabe, é precioso mother, you are is a precious mother.


You're my, you're my, you're mine, and this is so cool... ()
The best of me, not you, but what you taught me

Because some love do not hurt


http://img3.recadosanimados.com/emo/emo-21.gif

And you is
quiet, with nothing to lend, or will not, or will not give me
, I did nothing wrong, you want me on your side, and I did not ask this, but let that come between us, or you can not love yourself, and this is a love letter to a stone that has a form and a pretty face, a love song to a stone that has the pretty face, a love song to rock, rock, rock.
E eu ando, esperando que você possa me dizer:
I love a stone . Aí eu lhe digo, você ama a uma pedra? Não somos tão diferentes.

Triste coisa é querer bem a quem não sabe perdoar ... (♪)


http://maisqueabundante.com.br/home/wp-content/uploads/2010/05/pais-e-filhos.jpg

Em uma conversa hoje com certa mulher, atentei-me para a seguinte frase: Nem todas as brincadeiras são toleráveis...

Depois de por um tempo analisar a frase, percebi que sou estúpida. Deixei com raiva ( ódio, eu acho ) quem eu amo, por uma estúpida brincadeira, pensei por muito tempo: Por que sou assim? Por que eu tenho que ser sempre tão errada, por que tenho que estar sempre contrariando os meus limites "educacionais" ? Queria tanto entender por que eu sou assim...
não é formada durante a vida, na minha opinião a E você vem dizer que tudo seria diferente se eu não fosse assim, mas creio que a personalidadepersonalidade é igual aos amigos, você só percebe quem são, não se ganha, só se percebe.
Mas aí volto a pensar, magoei o meu melhor amigo, por que eu tenho uma personalidade idiota, eu sou bipolar tenho certeza, certeza absoluta ( santo pleonasmo puts.... ) eu quero ser sua amiga, mas sinto raiva de você, te amo, mas sinto raiva. Mas aí sim creio que é a fase.



sábado, 25 de junho de 2011

They said "All teenagers scare the living shit out of me (♪)

http://www.blogcdn.com/www.spinner.com/media/2010/11/jp-toulon-456-112310.jpg

Todos fazem promessas demais
Muita gente, mente demais
Mas é você que não é capaz
De ver a beleza, de ser esse rapaz

Sim esse rapaz dentro dos padrões
Que sempre pensa nos patrões
E observam passarem as estações
E ele parado com seus "corações"

Ninguém perguntou
Ninguém falou
Ninguém quer saber quem sou
Só querem saber quem é meu avô

Não perguntei por que
Eu decidi por você
Não olhei pra ti ver
E também não quero saber

Não me pergunte por que
Faço isso pra você
Eu vou te provar e você vai ver
Mas você também não vai querer saber.

Eu sou apenas um adolescente
São todos iguais, todos indecentes
Todos são iguais e incompetentes
Mas você não nos deixa ser independentes

Dizem que eu sou muito alienada
Mas não sei mesmo de nada
E procuro aprender do que você me ensina nada
Por que minha mente pra você está fechada

Anarchy in the U.K

Anarchy In The U.K.

SEX PISTOLS

Composição: Johnny Rotten / Steve Jones / Glen Matlock / Paul Cook

I'm antichrist, I'm anarchist
Don't know what I want
But I know how to get it
I wanna destroy the passerby

'Cause I want to be anarchy
No dog's body

Anarchy for the U.K.
It's coming sometime and maybe
I give a wrong time, stop a traffic line
Your future dream is a shopping scheme

'Cause I wanna be anarchy
In the city

How many ways
To get what you want
I use the best, I use the rest
I use the enemy, I use anarchy

'Cause I want to be anarchy
It's the only way to be

Is this the M.P.L.A. or
Is this the U.D.A. or
Is this the I.R.A.?
I thought it was the U.K.
Or just another country
Another council tenacy

I wanna be anarchy
And I wanna be anarchy
Oh, what a name
And I wanna be an anarchist
I get pissed, destroy

----------------------------------------------------

BILHETE SUICIDA

------------------------------------------------------------------------

Sexo/Idade : M, l5
Cor : (descendente de orientais)
Meio: tiro
Forma da mensagem : bilhete feito com tinta "guache" vermelha
Obs : suas vestes se compunham de uma jaqueta azul com as mangas cortadas, camiseta fantasia, rasgada na parte inferior, calça rasgada na altura dos joelhos, cuecas de malha e, com adornos, uma corrente com cadeado no pescoço, uma medalha e um parafuso na lapela. Os pés calçavam botinas. "Punk"

" "Mãe - eu não quero ser mais uma ovelha desse sistema (me faça um favor de me enterrar como estou) "

terça-feira, 21 de junho de 2011

Monótono


http://2.bp.blogspot.com/_Y_H7_pNn1bU/TVFlZ16_U7I/AAAAAAAACYk/jGsP4w8dqbc/s1600/perdido.jpg

Eu não sei o que se passa,
se passa comigo,

não sei o que se passa,
e nem onde estão meus amigos


Eu não sei cadê você
Eu não sei onde estou
Eu não sei se posso ver
E também não sei quem sou

Por que tal indecisão?
Eu não sei,
Eu perdi a razão
Perdi a noção

Quem será que irá me ajudar?
Quem será que irá vir me buscar?
Quando eu desistir, e quiser voltar?
E se não tiver a árvore, para que eu possa me encostar?


_____________________________________________________________





Ainda é aquela tal história dos meus sentimentos se repetirem, e eu não ter como fingir que eu estou bem, ou sentindo outra coisa...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Só nos sobrou do amor, a falta que ficou (♪)


http://4.bp.blogspot.com/_ddivrbGQG2A/TA0dw7AR8tI/AAAAAAAACJU/sBDEXsij2H4/s400/Menina-mulher.jpg

Dentro de mim, se perguntam onde se meteu minha felicidade, para onde foi meu amor, e por que não me sinto mais tão bem, mas a razão não é essa, finalmente pude ver que estou sozinha e que as coisas dificilmente mudam para mim, e eu não estou pronta para mudar, isso ainda me machuca.

Você diz que não sabe o que se passa, para que eu fique assim, você sabe o que eu preciso, você lembra de cada coisa em mim, e eu lembro de mim quando penso em você, e por fim, posso descançar e pensar em coisas boas, com a certeza de que não estou fazendo nada errado.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Sol, lua e espelhos


http://data.whicdn.com/images/8654418/the_devil_wears_prada_9_by_m_flow-d3dk7se_large.jpg

Eu me escondi dentro das poesias mais obscuras de um livro roubado
Olhei para o céu, esperando que ele pudesse ser olhado
Chorei para que pudesse sorrir
Mas você, nada, nada de vir

Corri para entender o por que da vida
Sorri para entender, o por que de chorar
Chorei para entender que não havia saída
Morri por causa da sua ida

Se quiser fazer alguém feliz
Faça feliz a você mesmo
Se você quer saber o que fiz
Olhe no espelho

Perguntei da lua, se ela é gosta de ficar lá
Iluminando todos, quando a noite chegar
Dando esperança a corações partidos
Que novamente serão feridos.




Obrigado ao Textos na Web, por me dar
a "inspiração" perfeita para escrever
obrigado, pela frase também.

domingo, 12 de junho de 2011

Nem em você posso mais confiar?


http://2.bp.blogspot.com/_b4V1bJLUqgg/TBgZU76MEUI/AAAAAAAAAWA/GnPzGw1DQ-U/s320/SOLIDAO-TEM-COR.jpg

É, acabaram minhas opções, só me resta uma, e nem sei direito se posso confiar o que sinto a ela, nem você.
Mas novamente estou aqui, para dizer: EU SOU ADOLESCENTE, E A CULPA É SUA! Mas você não acha que seria melhor me deixar lá quieta? Por que ninguém pode me ajudar? Poxa, só uma vez, poderia parar de dizer: É DA IDADE. Se é da idade, por que não me ajuda? Porque não pode me ajudar? Porque você quer que eu sofra até tudo passar? É isso?
Mas novamente aqui estou, pra pedir, tenham calma e paciência, minha maré de terror vai passar. Obrigado pra quem me atura, e pra quem acha que eu tenho alguma coisa na cabeça.

--------------------------------------------------------



O tempo foi passando, mas ninguém ainda percebera a falta da menina, ela escondera-se dentro de si mesma, trancada, esperando tudo chegar, esperando o mal passar, mas nada mudava, e ela mesma já pressentia que nada iria mudar futuramente, mas que esperar não era tão fácil, mas que também era necessário, permanecia a sofrer, calada, seu estado espiritual, mas tenso, mas triste, mas doloroso o possível.
E ninguém passava por perto dela, o conto de três vozes, o sorriso de três crianças, o olhar de um só rapaz, nada, nada fazia sentido, todos felizes, tudo para ser feliz, nada para tristeza confortar, mas nem isso, nem o dinheiro, nem o sorriso, nem o amor, nem o sumiço, nada, mas mesmo assim, ela queria ficar lá, tentando respirar, mas ar não entrava em sua casa, em seu templo, sua morada, o vento vagava fazendo barulho, janelas e portas perguntando o que ainda faziam abertas, os relógios perguntavam o que ela ainda estava fazendo acordada, e o sono, perguntando a onde estava.
O cansaço não ajudava, a depressão não era passageira, a tristeza morava com ela, o medo, deitava-se junto a seu travisseiro, e o suor de seu corpo, não a fazia está tranquila.

sábado, 11 de junho de 2011

A canção de amor que você pediu



http://static.tumblr.com/z6tk403/nMZllwww0/tumblr_llnvzzgdia1qhnj8yo1_500_large.jpg


Rabiscava no pequeno pedaço de papel, versos estranhos, procurando o segredo, procurando e escolhendo cuidadosamente as palavras, para que não se misturassem a mágoas, para que não se juntassem à raiva, e também não brincassem com a melancolia que deixei dentro da gaveta.
E você silenciosamente quase gritando em meus ouvidos, eu não consigo trabalhar assim, me deixe descansar e assim fazer meu trabalho, deixe-me relaxar e assim posso ficar tensa à vontade, então, esperando você, perambulando pela cidade, pelas ruas molhadas, pelas calçadas umidas, deitado no chão, esperando a chuva cair.
Não me pergunte por que, a culpa não é minha, espere mais um pouco, as linhas não se moldam a mim, mas a culpa também não é minha. Mas se você quiser, eu espero você chegar, pra sentar do meu lado, pra pegar o violão, pra dizer o que tá errado, pra dizer o que você quer, pra parar de me ignorar, ou pra prestar atenção no que eu estou escrevendo. Mas eu gosto de você.


sexta-feira, 10 de junho de 2011

Estrada



http://3.bp.blogspot.com/_2UUMFbAxces/THZSx6MntbI/AAAAAAAAD6M/RehlcO4s4dM/s1600/tumblr_l284g4uUzK1qa0n0oo1_500_large.jpg

Podia-se para ver as pessoas gritando, mas não podia escuta-las, dava pra ouvir os sons calados, mas não se podia ver quem os produzia, ele já estava sentado no meio de tudo aquilo, queria voltar, não sabia como, queria correr, mas não sabia andar, não sei se era ele, ou se era eu.

Não me lembro de tentar ajudar ninguém, não me lembro de tentar ajuda-lo, por que fiz isso? Por que eu não voltei para ajuda-lo? Por que sou assim? Queria pedir perdão, queria te ajudar, mas isso eu não podia fazer, você não quis tentar me ajudar, a culpa é de quem? (♪) e por isso mesmo, levaria a dor de ter te visto caído e tentando viver, e não ter ajudado.
Queria eu uma só vez, que não houvesse tanta gente precisando, e que a palavra ajudar não fosse repetida várias vezes, mas tudo bem, eu não posso dizer isso, eu não pude mesmo.
Mas vamos lá, vamos nos ceder a tranquilidade, e continuar, levante-se daí, e me faça uma pessoa melhor, se encoste em mim, segure em meu ombro, e vamos, eu vou com você.

Eu

http://psicologianoesporte.com.br/wp-content/uploads/2011/05/solidao.jpg

Já perceberam que o último post ficou repetitivo? Eu já tinha postado sobre o mesmo assunto, acho que mais de uma vez, mas por que? Estou ficando sem criatividade?
Não. Quando eu escrevo, eu escrevo o que está acontecendo comigo, escrevo sobre o que está se passando pela minha vida, mente e pelo meu coração. Então, quando eu começar a sentir outra coisa, eu faço um post sobre outra coisa :D
E aliás, eu só consigo escrever por que eu estou em uma fase de insegurança, medo e raiva... Estou ficando cada vez mas mal. Eu ando precisando de companhia, eu ando precisando de alguém que me entenda, eu ando precisando de muita coisa.
Então, se não quiserem ler coisas repetitivas, ótimo, não leiam aqui. Por que todos meus sentimentos são repetitivos, também não gosto disso, mas eu não posso fazer nada a respeito. Obrigado aos que leem... Obrigado mesmo.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Medo, você e de novo.



http://3.bp.blogspot.com/_1-OWK3wdxKo/S43LBBIzCGI/AAAAAAAAA0g/jq1apuCiJSo/s400/casalPB.JPG

Não sei mais eu queria tanto, sei lá, encontrar o alguém, que possa cantar pra mim, e que possa fazer meus sonhos realidade... Não quero um milionário não... Você pode fazer o que eu quero.

Ainda esperando você, eu acho que você ficou chateado ontem, mas eu não pude estar aqui, a noite me pedia para ir embora, dormi pensando em tudo, dormi pensando em Eduardo e Mônica... No nosso caso é quase ao contrário, mas tudo bem...
Eu estava esperando as pessoas falaram comigo, eu não posso ficar mais em depressão quieta, por sempre tem alguém pra dizer: VOCÊ NÃO PODE FICAR DEPRIMIDA, VOCÊ TEM TUDO PRA SER FELIZ. E eu não me canso de dizer pra essa mesma pessoa: Eu não consigo ser feliz, o que você me dá não me satisfaz, eu quero passar fome se não puder me ajudar a me achar, eu estou tão perdida, e você aí reclamando.
Eu sei que não sei o que é vida, eu não sei o que tem lá. Mas com certeza não é pior do que eu estou vivendo, eu estou com medo de tudo, você me diz que é bom ter a minha idade, por que não preciso me preocupar com dinheiro. Se ponha em meu lugar, você está aí, sabe pra onde ir, sabe o que fazer, eu não quero crescer, eu tenho medo!
Por favor, me ajuda a sair daqui, vem depressa pra mim que eu não sei esperar (♪) quando você está comigo, eu estou bem, eu não gosto de ficar longe de você, mas por que? Eu não sou nada pra você, agora pode rir, pode rir a vontade, mas eu estou esperando você, pra me ajudar, por que sei que você irá me ajudar, por que sei que você vai segurar minha mão e dizer que vai ficar tudo bem, e que tudo vai passar bem rápido. E logo, logo, os quatro anos vão passar, e aí você vai começar a brincar comigo de novo.


quarta-feira, 8 de junho de 2011

EDUARDO E MÔNICA





Legal. Digam -me , senhor vento, senhora solidão, e senhora paixão, gostaram de Eduardo e Mônica ... ?
É um curta ou um filme? Ou o trailer do filme ? Ou é um Video-Clip ? ( VideoClipe? Video Clipe? Homenagem? )

Casa

http://i.olhares.com/data/big/5/58519.jpg



Não volte pra casa meu amor que aqui é triste
Não volte pro mundo onde você não existe
Não volte mais
Não olhe pra trás
Mas não se esqueça de mim não
Não me lembre que o sol nasce no leste e no oeste morre depois
O que acontece é triste demais
Pra quem não sabe viver pra quem não sabe amar (♪) - Canção pra não voltar

A Banda Mais Bonita da Cidade

Só se você quiser voltar, só se você quiser vir pra cá, aqui está triste, e tristeza é pior coisa do mundo, misturada com raiva, e dor, a tristeza é a mesma coisa, só que se você quiser voltar, aproveite e traga a felicidade, alegria e seu amigo, o carinho, traga ele pra cá, assim não fica tão triste, e tão vázio, o violão desafina mais tarde, eu autorizo que a minha voz passei pela casa, mas só quando você estiver aqui.
Minha visão é quase triste, mas me sinto feliz, por que lá, eu poderei ficar longe de tudo, vi que você também quer isso, então quando quiser realizar seu sonho, me chame, eu quero ir com você, se não quiser que eu vá, me diga aonde o achou, assim eu posso tentar, empresta-lo de alguém.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Nos querem todos iguais, assim é bem mais fácil nos controlar (♪)

http://29.media.tumblr.com/tumblr_lma1foewNR1qfc51yo1_500.jpg

Isso, me ponha contra a parede, me faça de criminoso, me diga que eu não presto de novo e de novo, se passe por meu amigo, conheça meus inimigos, se passe por saudade, só pra tentar viver me meu coração, vista-me dizendo que estou decente, mas o que é decente?

Eu sou decente pra você quando eu tenho grana, quando eu namoro a filha do prefeito, quando estou casando com o filho do presidente, mas nunca tá satisfeito com a minha felicidade, só quer se esconder detrás dessa "boa" pessoa, me deixa em paz, segue o seu caminho, e deixe-me perder-me no meu. Será bom quando as pessoas pararam de me julgar, e começarem a me conhecer, será bom quando as pessoas me conhecerem, e terem a consciência de que não podem julgar ninguém.

Me deixe quieta, não faço nada pra você, mas você insiste em cutucar a mim, em querer mudar minha vida. Conheça o que tem escondido em minha alma, em meu coração, e aí sim, eu te dou o direito de dizer que minha camiseta não é legal.


Volta pro esgoto baby
Vê se alguém lhe quer (♪)

Vai embora, eu tenho medo, mas acho que vou ficar com mais medo se você for.



http://blog.cancaonova.com/radiodifusora/files/2011/05/saudade-1.jpg

E mesmo que eu não possa, você está aqui, continuo sem saber o que sou, e em quem confiar, eu estou acabando por ficar com medo de todos, eu não sei o que sinto, eu não sei de nada, eu não sei o que acontece lá fora.

Eu não sei se faço o que você "manda", ou se eu já quero fazer o que você vai me mandar. Ou por que você sabe como sou, como vou ser, talvez. Mas não me lembro de uma só única vez que minhas ideias não estão de acordo com as suas, ou que minhas opniões estão contrárias.
Eu só queria saber se posso confiar, eu tenho medo, eu sempre vou ter. Sempre vou por vírgulas pelo caminho, nunca ponho o ponto no final. Eu não sei o que você é pra mim, eu também não sei o que eu posso ser pra você, eu quero ficar sozinha, mas quero ficar perto de você, mas eu até acho que com você, nunca vou estar sozinha.
Não sei o que estou falando, eu não sei o que tá acontecendo nessa vida, eu não sei de nada mais! Eu não sei o que estou fazendo, eu também não sei se estou me passando por insignificante.

Don't say anything



http://4.bp.blogspot.com/-4T7h4ul-YRY/TWUeY56iN0I/AAAAAAAACRw/NBH9JhzlnLY/s1600/imagesCAT4FF1T.jpg

O que poderíamos fazer para acalmar nossa alma? Ficar perto de alguém que ajudasse isso acontecer? Seria a música perfeita? Seria o momento perfeito?

Preciso entender um pouco mais das coisas, preciso estudar mais, preciso respirar mais, preciso me expressar mais, só que ninguém me deixa, todo mundo me manda calar a boca, isso atormenta minha alma, coloca em alerta meus instintos amedrontados, e me deixa sem saber o que fazer... Por que eu não posso estar bem? Por que não posso fazer o que desejo? Só uma vez?
Por que uma pergunta lhe incomoda tanto? Eu só quero saber por que tenho que obedecer suas ordens, e matar minha alma, junto com meus pensamentos? Por que devo deixar minha mente entristecida e magoada? Tenho tanto medo, tanto medo de você, me mandando ficar calada, e eu tenho tanto medo de ficar calada.
Sei que não sou nada, mas mesmo assim, eu deixo o meu nada no corpo, e guardo o tudo que tenho em minha mente, sim... Essa que você está matando.


segunda-feira, 6 de junho de 2011

O que sou eu ?



http://1.bp.blogspot.com/_NIl0UclhO94/TAql1UZLwAI/AAAAAAAAAFQ/Za2VE_Ag1sw/s1600/menina+e+menino+de+m%C3%A3o+dada.jpg

E onde está? Você mesmo disse, que eu estou distante de você, eu queria estar perto, e queria também estar longe, e o meu medo? Eu já fiz essa mesma coisa, mas ainda existe noite que tenho medo, e você? Querendo me fazer rir, mas a culpa não é sua, eu gosto de você, e não lhe culpo de nada, vou tentar ficar acordada, só pra ficar aqui com você.

Estava outro dia pensando, todos me dizem: Você é muito avançada para sua idade. Poxa, mas a culpa não é minha! Eu assisto filme demais ( ¬¬' ) segundo vocês, outro dia uma pessoa me disse: Você não é desse mundo. Nisso eu concordo, por que estou aqui me importando com você, uma pessoa que sabe das coisas, e que já tem alguma experiência sobre isso, essa coisa cinza chamada vida.
Fernando Pessoa falou, que poetas são fingidores, creio que foi isso. Mas eu não sou poeta, eu não estou fingindo... O que estou fazendo? Se também não sei o que estou sentindo?


O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração.
Fernando Pessoa

quinta-feira, 2 de junho de 2011

OPNIÃO



http://www.perguntascretinas.com.br/wp-content/uploads/2007/06/fazer-diferenca.JPG

Sempre me dizem: você critica por que você não gosta! É, eu realmente não gosto, por isso critico, mas assim, eu tentei não ser tão preconceituosa e me dei o trabalho de escutar, ler, e ver, o que você gosta, e sinceramente percebi que tinha razão em não gostar, e tinha razão em criticar.

Mas não é por isso que vou me incomodar que você venha colocar sua opinião contra a minha, ótimo que você faça isso, eu gosto mesmo que você venha contra minha opinião... Assim mostra que realmente você tem como defender o que gosta.
Eu não gosto, aceito, mas não gosto, cada um gosta do que quer, cada um fica com o que quer ficar, mas não venha tentar me levar para seu lado, eu não gosto disso, não tente me fazer gostar do que você gosta, vai estar enganando a si mesma, e lhe colocando em uma zona de risco.


Did you think of me tonight?

http://30.media.tumblr.com/tumblr_lh5e1phdnX1qh1bcro1_500.jpg

You do so well for me
You leave me waiting for hi
But I'm here all night
But I'm here when you want it

Let me remember
Just one more time
You make me well
It's good for my heart
To my heart

I like to feel your kiss
I like to feel your hand
I like to feel your face
I like to feel in vain

I like you
I like your smile
I like a bit of the night
But only when I'm with you

Let me remember
Just one more time
You make me well
It's good for my heart
To my heart